Santo Antônio

sto-antonio

No ano de 1978 teve início o grupo de oração e reflexão na casa de dona Neide. Estavam presentes dona Lina, dona Vanilde, e dona Ana. Eram senhoras de outras comunidades que vieram para dar incentivo.
A partir daí as responsáveis pelos encontros nas casas da comunidade foram dona Neide e dona Noelita (mais conhecida como dona Edir).

A primeira reunião com as novas dirigentes foi feita na residência de dona Noelita. Neste dia compareceram 28 pessoas. O dia foi 21 de abril de 1978, tendo como texto base o livro”Reino de Deus”. O grupo foi crescendo e criando forças e eram feitas reuniões e terços nas residências.

Os trabalhos começaram a fluir com celebrações nas residências: Campanha da Fraternidade, Novena de Natal, Mês da Bíblia, Vocações e outros.

Padre Nivaldo era o dirigente espiritual e juntamente com o Luís faziam celebrações nas residências, isto nos anos 80. Cada vez havia adesões ao grupo ficando assim muito numeroso e foi necessário dividi-lo em setores. Sem espaço próprio para realizar as reuniões, foi feito um abaixo assinado em 1982, para a construção de um salão comunitário nas imediações.

A casa do casal João e Maria, foi o centro das reuniões dos grupos, muitas missas foram celebradas e reuniões decisivas foram realizadas nessa residência, inclusive o Prefeito da época Jesus Guimarães participou de uma delas, para fazer a doação dos terrenos onde se encontra hoje a Capela e o Salão da comunidade.

Começaram os eventos e promoções como quermesses, leilões, bazares entre outros para arrecadações de recursos para a construção da Capela. Nesse mesmo tempo eram usados as residências e a Escola Esther Veris Cerpe para a catequese e celebrações.

No ano de 1985, foi constituída uma comissão de finanças para a construção da capela. Neste mesmo ano, foi feita uma reunião na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, para expor os trabalhos desenvolvidos, pois até então a comunidade pertencia a Paróquia São Pedro Apóstolo.

Houveram muitas doações, que possibilitou o início da construção em 1º de maio de 1985, com homens, mulheres, jovens e até crianças em mutirão.

Foi realizada uma reunião para a escolha do nome do padroeiro, que por votação foi escolhido Santo Antônio.

Os bancos foram doados pela Paróquia São Pedro Apóstolo, o altar pela Matriz Nossa Senhora Auxiliadora, a imagem de Santo Antônio pela família de dona Maria Portuguesa, a imagem de Nossa Senhora Aparecida e a Cruz, pelo casal Antônio e Maria.

As solenidades da inauguração começaram com o tríduo nos dias 09, 10 e 11 de junho de 1986. No dia 12 houve o levantamento do mastro com a reza do terço e no dia 13 de junho aconteceu a festa do Padroeiro, com procissão e missa celebrada pelo Bispo Dom Daniel Tomazela, juntamente com o Padre Nivaldo Restel e Padre Arnaldo Kaneco, juntamente com a irmã Maria de Lourdes que nos acompanhou desde o início da comunidade.

Desde a inauguração muitas pessoas passaram pela comunidade deixando suas marcas. As Pastorais da Saúde, do Batismo, da Catequese e do Dízimo, continuam atuantes e outras como a Pastoral Carcerária, da Juventude e Vocacional continuam latentes.

Vários Párocos estiveram atuando na Paróquia e na Comunidade desde a inauguração até o presente momento que temos o Padre Miguel João Borro.

SANTO_ANTONIO_02

 

SANTO_ANTONIO_TUPA_01

SANTO_ANTONIO_TUPA_02